CirKula • para desfrutar do tempo e dos livros

 In para aprender, para curtir, post

A livraria e editora porto-alegrense foi criada para fazer o conhecimento circular. Conta com um modelo de negócios que facilita esse acesso: faz parcerias com autores e editoras para publicar obras acadêmicas em que os lucros da venda são reduzidos e o investimento da publicação retorna parcial ou totalmente ao autor. Conversamos com Luciana Hoppe e Mauro Meirelles sobre a CirKula, feita com proximidade e cuidado pelos dois. 

O nome da iniciativa porto-alegrense vem de Kula, um circuito intertribal de trocas praticado por comunidades localizadas em ilhas da Nova Guiné. O sistema, abordado por Malinowski no livro “Os argonautas do Pacífico Sul”, além de organizar as relações econômicas, estabelecia vínculos entre as comunidades. Com uma adaptação, virou CirKula. “É um sonho. Se fosse só pelo dinheiro, poderíamos estar em outro ramo mais rentável. Mas nossa proposta é fazer com que os livros cheguem às pessoas. Também que os saberes produzidos na academia encontrem leitores fora dela. Queremos remunerar bem os autores, editar clássicos em linguagem acessível (para que crianças e adultos com menos instrução descubram as obras). De que adianta imprimir livros que não são lidos?”, questiona Luciana Hoppe, mestre em administração e cofundadora.

Em meados de 2013, a CirKula iniciou as atividades como editora. Especializada em publicações acadêmicas, foi fruto do trabalho de Luciana com Mauro Meirelles (doutor em antropologia que está finalizando seu terceiro pós-doc). Em 2016, já operando com a distribuição de outras editoras, eles participaram das feiras do livro de Porto Alegre e de Canoas. Do contato direto com as pessoas veio a necessidade de sair do espaço virtual e abrir as portas ao público, com uma loja física.

Junto da livraria instalada na Avenida Osvaldo Aranha, em pleno Bom Fim, há espaço para cursos e pequenas refeições: “Queríamos um lugar onde as pessoas pudessem desfrutar do tempo. Tudo bem se alguém não vier para comprar. Pode sentar, tomar um café, uma cerveja, folhear um livro. A proposta é maior do que comercial. Tem um cliente que vem para cá escrever a tese. Já vimos um namoro começar no nosso sofá. É muito gostoso ter envolvimento com as pessoas”, conta Luciana.

Espaço e livros abertos a todos

Além da curadoria, que amplia as possibilidades das leituras acadêmicas para o público de fora da universidade, a experiência na livraria também foi pensada para mostrar que todos são bem-vindos. O jardim contará com horta, ombrelones e espaço para fumantes. O cardápio da cafeteria, da mesma forma, pretende-se aberto para a experimentação – inclui opções vegetarianas, veganas, sem glúten e sem açúcar. Na carta de vinhos, opções internacionais são vendidas também em taças, para quem vai sozinho e não quer gastar muito.

“Para nós, cada livro é um livro e cada autor é um autor. Trabalhamos sempre com a individualidade e em prol das necessidades. Todos os clientes podem contar conosco para buscar aquele livro que não encontram facilmente. Em síntese, o que move a CirKula é o espírito de nossos autores e clientes. Sem eles, de nada valeria o nosso trabalho.”

O apoio dos vizinhos como uma defesa do bairro
Luciana diz que a vizinhança está feliz com a escolha do endereço. Com frequência, os moderadores do entorno dizem “fazer um movimento” para demonstrar apoio à iniciativa. “É de se entender. A quadra estava abandonada e um pouco perigosa pela ausência de circulação. Desde que a obra da CirKula começou, as pessoas voltaram à rua. Novos estabelecimentos abriram nos números seguintes, como um restaurante e uma academia.”

 

// Harmonização de livros & comidinhas: Todos os pratos do CirKula, doces e salgados, são batizados com nomes de clássicos. Que tal experimentar a cheesecake Alice no País das Maravilhas lendo a obra de Lewis Carroll?

// Para lançar o próprio livro: há a possibilidade de alugar o espaço para eventos privativos, acolhendo bem 45 pessoas sentadas – e a livraria está sempre à disposição para falar sobre propostas de cursos.    

 

CirKula

Osvaldo Aranha, 522
Site: https://cirkula.com.br/a-cirkula/
Fb: @cirkula522
Ig @cirkula 522

Horário: Segundas e terças-feiras, das 9h às 19h;  quartas a sextas-feiras das 9h às 20h30; sábado das 15h às 21h

Recommended Posts

Leave a Comment